Saindo da zona de conforto: a etapa de crescimento da empresa

Saindo da zona de conforto: a etapa de crescimento da empresa

Saindo da zona de conforto: a etapa de crescimento da empresa

Superada a fase inicial, em que a empresa navega por águas desconhecidas, resta se organizar para alcançar outros patamares dentro do mercado. Algumas medidas são essenciais para que o crescimento signifique ganho e não dores de cabeça.
 
A primeira medida é planejar bem o fluxo de caixa. O capital deve ser pensado para que não falte fôlego à empresa durante sua etapa de crescimento. Um plano de negócios permite organizar metas e lidar com imprevistos, se pautando em objetivos guiarão as decisões importantes.
 
A máxima de que “se você quer que algo seja bem feito faça você mesmo” não é válida. O empreendedor deve treinar pessoas para fazer bem as coisas que ele precisa que sejam feitas. Concentrar demais não é a solução, vai ocupar tempo demais de quem tem que estar pensando em outros assuntos. Não é só o caso de distribuir tarefas entre os colaboradores, mas também de entregar alguns processos ao computador. A automatização se fará necessária em alguns setores.
 
Lucro é a razão entre despesas e receitas, para expandi-lo não basta só pensar no que pode entrar, mas também no que está saindo demais. Por vezes, o lucro pode ser ampliado apenas com a correção de gastos exagerados.
 
Mais complicado do que lidar com a guerra de números vermelhos e azuis, é tratar de relacionamentos humanos. Toda empresa tem uma missão e o funcionário deve fazer parte dela. Encorajamento para superar problemas, elogios e críticas sempre construtivas e nunca depreciativas devem ser tarefas constantes na relação com os funcionários.
 
O empreendedor tem que ter em mente que todo crescimento implica riscos. Ao sair de uma zona confortável para buscar espaço em uma de maior competitividade, ele certamente terá dificuldades novas. O bom planejamento diminui os erros. Mesmo que durante o processo de crescimento o empreendedor tenha que fazer ajustes, a base bem estabelecida vai evitar flutuações em excesso e evitar que o barco vire.

Você também pode se interessar por...

A crise é o melhor momento para empreender

A crise é o melhor momento para empreender

Qual seria a melhor hora de abrir um negócio? A maioria das pessoas diria que é quando a economia está instável e segura. Porém, qual seria a lógica de fazer uma coisa que muitos estão fazendo? Nenhuma. Por isso, a crise é o melhor momento para empreender.

+
O Tropicalização do Franchising

O Tropicalização do Franchising

*Por Renato Ticoulat Neto As franquias internacionais estão desenvolvendo um modelo próprio para administrar suas redes no Brasil ao invés de simplesmente clonar a fórmula utilizada em outros países. Essa tropicalização prova que todos os modelos de negócios importados de outros países podem dar certo por aqui caso se adaptem à algumas regras.   Vários […]

+
Zelo Lança No Mercado Seu Sistema De Franquia

Zelo Lança No Mercado Seu Sistema De Franquia

Presente no mercado de limpeza há 11 anos, a Zelo passa a vender franquias do seu modelo de negócio, a Limpeza com Zelo. A rede aproveita o bom momento do mercado de franchising e também a demanda por limpeza de qualidade, além de contar com o know howde seu diretor, o empresário com larga experiência […]

+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *